31 julho 2013

Diário de uma grávida: Visitas na maternidade!!



Olá pessoal, tudo bem?
Já estou de 37 semanas e essa semana ainda libero um vídeo contando essa reta final da gestação, faltam exatamente 20 dias pro Nicholas estar aqui conosco. E pensando nisso, uma coisa que nunca gostei muito é esse negócio de visitas em hospitais.. Eu, particularmente, não quero receber visita alguma na maternidade.. só me sentirei confortável em receber alguém depois de um mês, ou seja, quando o período de quarentena passar!! Mas infelizmente terá pessoas que não irão respeitar isso, ontem eu tava lendo pelos sites alheios e achei um post bastante interessante no Bebê Abril ( site aqui ).. fala sobre alguns comportamentos que as pessoas precisam ter nas visitas..

#VamosLá? 

Seja breve! Essa é a recomendação mais básica para os visitantes. Vale lembrar que o bom senso prega não visitar nenhuma família de recém- nascido se estiver com febre, resfriado, doença respiratória ou contagiosa. E, acrescenta-se nesta listinha: não levar crianças menores agitadas, daquelas que correm e gritam pelos corredores da maternidade.

Bem, essas dicas soam óbvias demais, mas especialistas garantem que elas ainda são muito valiosas. Sim, há muitas pessoas que não se preocupam com o tempo de permanência e, na ânsia por conhecer o bebê, esquecem-se dos malefícios daquele resfriadinho, tão comum nos dias de hoje.

Num país como Brasil, onde tudo acaba em festa, o nascimento muitas vezes entra na tradição cultural para tudo começar, também, em uma grande festa. Por isso, todo cuidado é pouco na hora de pensar em quem convidar, logo no pós-parto. Ser breve, por exemplo, pode ser impensável para amigos muito calorosos, alegres e acostumados aos velhos cafezinhos do interior, onde os filhos nasciam em casa.

A pediatra Clery Bernardi Gallacci, do Hospital e Maternidade Santa Joana, esclarece que ser breve significa ficar no máximo 15 minutos dentro da maternidade. E, detalhe, caso haja alguma intervenção da equipe médica, a orientação é se retirar do quarto. “Esse período é de recuperação do parto. Os informes médicos são importantes e a presença de uma visita pode dispersar a atenção da mãe. É preferível a pessoa se ausentar do e, na saída do profissional, despedir-se da família”, recomenda Dra. Clery.

Preparando as visitas
É válido dedicar um tempinho para descobrir como a nova família deseja ser recebida. E, para os novos papais, mesmo que desejem festejar, vale pensar na seleção e quantidade dos convidados. Lembre-se: a maternidade é um lugar para a recuperação. Portanto, para poucos e com bom senso.

Pessoas com as quais a mãe tem mais intimidade e liberdade para dizer, por exemplo, que tem sono e precisa dormir são sempre bem-vindas à maternidade. Já colegas de trabalho e parentes mais distantes podem conhecer o bebê pela internet e visitar a família somente após o primeiro mês de rotina em casa, aconselha a doula Ana Paula Garbulho, que atende vários casais grávidos no curso de Cuidados com Bebê e Pós-parto, que ela ministra na cidade de São Paulo.

Ela conta que não conheceu nenhum casal que tivesse o desejo de receber todo mundo na maternidade. O desafio é sempre inverso: como comunicar à família, amigos e colegas que a mãe e o bebê precisam de repouso?

“Eu sempre jogo essa responsabilidade nas costas do pai, que geralmente entende seu papel de proteger a nova família dos parentes, amigos e colegas mais distantes ou inconvenientes”, responde Ana Paula. Já para aqueles mais incompreensivos, a doula indica usar a recomendação médica como justificativa para evitar a visita. “Ninguém vai ficar com raiva do médico”, brinca. Outra sugestão é enviar um email aos colegas de trabalho, amigos e parentes com a foto do bebê e um recadinho de que a família estará com as portas abertas para receber a todos, depois do primeiro mês de vida em casa.

Palpites e Amamentação
Prepare-se! As opiniões indesejadas virão de todos os lados. Mas, elas podem e precisam ser filtradas “Digo sempre que palpites não são pedidos, mas oferecidos de graça. É importante a mãe fazer uma seleção daquilo que lhe faz bem e descartar aquilo que lhe é destrutivo”, ensina a doula.

A pediatra do Hospital e Maternidade Santa Joana diz que parentes mais próximos, como mãe e sogra, devem esclarecer suas dúvidas ou sugestões com a equipe médica, no interior do quarto, na frente da família, antes de recomendar suas vivências. Ana Paula ressalta que uma boa maneira de ajudar é respeitar o aprendizado da nova mãe.

“Cada um tem seu momento de criar o filho e o aprendizado deve ser natural. Cada mulher precisa descobrir pela própria experiência qual vai ser o jeito de amamentar, trocar, brincar e me comunicar”, observa Ana Paula.
A amamentação é um dos alvos prediletos das visitas palpiteiras. O que pode ser muito bom para mãe e o bebê, se elas souberem dar apoio. Lígia Moreiras Senas, doutoranda em Saúde Coletiva da Universidade Federal de Santa Catarina, diz que palavras de incentivo, amorosas e muita paciência são atitudes que contribuem muito, na hora da amamentação. “É bom ressaltar, também, que uma mãe precisa de exemplos. Não vai ajudar em nada o palpite de uma pessoa que não amamentou seus filhos e se vangloria de que eles sobreviveram”, exemplifica Ligia.

10 Regrinhas básicas para visitas na maternidade
1-Não vá à maternidade se estiver resfriado, com febre, doenças respiratórias ou contagiosas. Não visite o bebê, enquanto não estiver são.

2- Pergunte ao casal quando e onde eles preferem receber sua visita.

3- Seja breve. Não ultrapasse 15 minutos na maternidade e visite a família em casa somente após primeiro mês de vida por, no máximo, meia hora.

4- Antes de comprar flores, verifique com pai se a mãe gosta de recebê-las ou se há alguma contraindicação médica na maternidade.

5- Não leve crianças muito agitadas, que correm e gritam pelos corredores.

6- Não dê palpites sobre o jeito certo de criar o recém-nascido. Suas palavras de incentivo devem contribuir para mãe descobrir um jeito próprio de criar o filho.

7- Visitas íntimas, como mãe e sogra, devem dar suas sugestões ou esclarecer dúvidas diante da equipe médica.

8-Lave as mãos ou passe álcool com gel na hora em que entrar no quarto da. Resista à tentação de pegar o bebê no colo.

9- Retire-se do quarto, caso haja uma intervenção da equipe médica.

10 – Tire foto somente com a permissão dos pais.

Aaaahh!! Quero fazer um vídeo respondendo algumas perguntas sobre a minha gravidez, então sintam-se a vontade para fazer quantas perguntas quiserem.. só comentar aqui nesse post mesmo!! 


16 comentários:

  1. Pois é, tem gente que não sabe se portar direito nem nesses casos hahaha

    Beijos

    Jéssica
    Fashion Jacket - www.fashionjacket.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oh meu deus, parabéns pela gravidez, querida!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. ain flor que delicia hein 37 semana ja? *-*
    Adorei as dicas, ainda não valem para mim, mas... rs
    Curta muuuito esse momento flor! *-*

    Tem post novo, depois da uma passada lá! :D
    Beijos.
    http://tamigarotaindecisa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Dicas bem legais!
    Vai ajudar muitas gestantes. *--*
    Beijos linda. ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza, espero que ajude alguém!!

      Beijos:*

      Excluir
  5. Boas dicas, mas acho que a questão do bom senso já ajuda, né? Pouca gente tem bom senso, mesmo! Notei isso quando minha sobrinha nasceu.
    xoxo
    peoples-says.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Infelizmente tem gnt que não tem :/

      Beijos:*

      Excluir
  6. Como falta pouquinho pro seu BB nascer, que benção em!
    É bom tomar todos esses cuidados, infelizmente muitas pessoas que vão visitar não sabem e acabam prejudicando né... Beijos linda, fique com Deus!
    Blog:http://nathalianatth.blogspot.com.br/
    Canal do youtube:http://www.youtube.com/channel/UCd133vRUdPWqqJuB7FBuNEQ/videos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E acabam tornando a visita chata :/

      Beijos:*

      Excluir
  7. Eu também não gosto de visitas em hospital, só se a pessoa quiser. Ainda mais maternidade, sabe? É aquele momento mãe e filho, acho que é um momento só pra eles, sem ninguém pra atrapalhar. Até porque depois que estiver em casa, não vai parar de receber visitas para o resto da vida. Então acho que esse momento de maternidade deveria ficar só entre mãe e filho, obvio que ai nesse meio entra o pai e os avós, mas os outros visitantes podem esperar um pouquinho né? Adorei o post!

    xx,
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Thami, até porque a gente fica tão cansada sabe?!! Quer mais descansar, e as pessoas infelizmente nao entendem!!

      Beijos:*

      Excluir
  8. Otimas essas dicas flor!

    Linda...
    Lembra da novidade que eu disse que iria ao ar dia 1º de agosto?
    Pois bem, está lá no blog!
    Link: http://lladodedentro.blogspot.com.br/2013/08/desafio-do-leitor-agosto.html


    Se trata de um desafio mensal proposto aos leitores do blog, que até determinada data aparecerão no Lado de dentro!
    Conto com a sua fofa participação! *-----*
    O primeiro desafio já está lá, bora conferir?
    Beijo beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Nanda, já estou super pensando em uma foto bem legal!!!

      Beijos:*

      Excluir

2 3 02 08 02 08 02 08 02 08 02 08 02 08