01 setembro 2015

Teimosa: O que fazer?

Olá pessoal, tudo bem?
Uma das coisas que eu desejei e desejo muito ainda é que o Nicholas não se torne uma criança birrenta, dessas que a gente não suporta por perto sabe?!
O Ni tá numa fase de testar os limites da gente, a tal chamada "adolescência dos 2 anos", quer fazer tudo sozinho, do jeito dele.. é normal essa fase, pois a criança está descobrindo o mundo, conhecendo novas experiências. Mas tem hora que a gente perde a paciência mesmo e tem vontade de sair correndo 3 dias e 3 noites sem olhar pra trás.. E aí, o que fazer??

                  


  • Primeiro devemos observar a criança!
  • Permaneça calma! Quando você responde à teimosia com raiva ou gritos, reforça a ideia que a criança tem de que comportamentos negativos funcionam. 
  • Veja como seu filho está agindo. Ele pode estar se negando a fazer algo ou a parando de fazer algo, depois de ouvir um não. Determine o que está deixando a criança desconfortável ou resistente. Especialistas em desenvolvimento infantil dizem que as crianças se tornam teimosas quando estão estressadas ou tensas, e não conhecem uma maneira socialmente aceitável de expressas esses sentimento. 
  • Retire a criança do lugar. Pode ser em um lugar público, onde a criança desobedece as regras, ou a mesa de jantar, onde ela não esteja usando a educação adequada, ou se recusa a comer. Dê ao seu filho tempo para se acalmar. Uma vez que ele seja tirado da situação que levou ao comportamento rebelde, você terá a oportunidade de entender o problema real. 
  • Ouça seu filho. Às vezes, em vez de truques ou estratégias, você só precisa de comunicação. Lembre-se de que uma das causas do comportamento teimoso pode ser que a criança deseja mais atenção dos seus pais. Dê ao seu filho o tempo que ele precisa para falar com você sobre o que pode estar causando problemas ou ansiedades. 
  • Discipline com paciência e carinho. As crianças precisam de se sentir seguras e amadas, mesmo quando estão em apuros. Crie um ambiente tranquilo em casa. Se houver muitos gritos, discussões ou ameaças, uma criança irá se adaptar a isso e tornar-se mais teimosa. Comporte-se da forma que você espera que seus filhos se comportem. Você precisa ser um modelo. Se seu filho ver você sendo teimoso, vai agir da mesma maneira, porque funciona para você.
  • Faça do comportamento positivo um privilégio. Para uma criança que se recusa a fazer as tarefas, tente algo como "você gostaria de me ajudar com a roupa suja?" Ou, "se você for um bom ouvinte hoje, deixarei você pôr a mesa para o jantar."
  • Demonstre a recompensa. Em vez de dizer "você não pode andar de bicicleta até colocar um capacete" tente "assim que você colocar seu capacete, você vai andar de bicicleta."
  • Forneça opções para o comportamento teimoso. Se seu filho se recusar a ir para a cama, em vez de brigar, ofereça várias opções diferentes e deixe a criança escolher uma. Prepare o ambiente para a cooperação. Em vez de anunciar, é hora de dormir, diga "são 08:00. Você quer ler um livro primeiro, cantar uma música ou ganhar um cafuné?" Isso alerta a criança para o fato de que é hora de dormir, oferecendo coisas agradáveis para fazer até ela chegar lá.
Dicas
  • Procure ajuda para as crianças que parecem ir além do comportamento teimoso, que é normal, e tornam-se irritadas ou violentas. Se houver um problema com a raiva ou a criança expressar sentimentos de maneiras perigosas ou assustadoras, consulte um terapeuta, ou fale com seu pediatra imediatamente.
  • Saiba quando se afastar. Se uma criança teimosa se recusar a vestir um casaco e está 5 graus lá fora, esqueça. A criança acabará sentindo frio, e aprendendo por si mesma que um casaco é necessário no tempo frio.

Beijão
     Helena Campos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

2 3 02 08 02 08 02 08 02 08 02 08 02 08